Com doze anos de atividade, a Liga Sorocabana de Boxe e Artes Marciais (LiSoBoxe) atua em diversas atividades ligadas ao Boxe como equipe de alto rendimento, projeto social para crianças e adolescentes, cursos de capacitação a Instrutores e Árbitros, grupo de estudos, promoção de vivências esportivas da modalidade e a realização de torneios de Boxe em nossa cidade, tanto olímpico quanto profissional.

2 Maior narrador de boxe do mundo Bruce Buffer - Juliano Ramos - Vladimri de Godoi - 02014

 

História do Boxe

O boxe ou pugilismo é um esporte no qual os lutadores usam apenas os punhos, tanto para a defesa, quanto para o ataque. A palavra deriva do inglês to box, que significa bater, ou pugilismo (bater com os punhos), expressão utilizada na Inglaterra entre 1000 e 1850.

 

Remontando aos séculos XVIII e XIX, quando deu seu nascimento na Inglaterra, o boxe era praticado com as mãos nuas. Essas lutas com as mãos descobertas eram frequentemente brutais, de modo que o boxe acabou sofrendo intensas mudanças em 1867, com a formulação das Regras de Queensberry, que previam rounds de três minutos, separados por um intervalo de um minuto, além do uso obrigatório das luvas. Essas regras entraram em vigor em 1872.

 

 

O Boxe no Brasil

 

O boxe veio para o Brasil junto com os imigrantes alemães e Italianos e há rumores oficiais de lutas no final do séc. XIX e início do XX.

As primeiras exibições foram feitas por marinheiros europeus, que tinham aportado em Santos e no Rio de Janeiro.

Em São Paulo, há registro da primeira luta de boxe no Brasil, embora apenas como exibição, entre um pequeno ex-boxeador profissional que fazia parte de uma companhia de ópera francesa e o atleta Luis Sucupira, conhecido como o Apolo Brasileiro, em razão de seu físico avantajado, o qual se tornou um grande entusiasta do boxe e seu primeiro grande divulgador. A partir desta época o boxe é divulgado e legalizado no Brasil.

Posteriormente começaram a surgir academias e logo o esporte foi regulamentado, com a criação das “comissões municipais de boxe” em São Paulo, Santos e Rio de Janeiro entre os anos de 1920 e 1921.

 

O Boxe Brasileiro na atualidade

 

O Boxe brasileiro passa por um grande momento dentro do cenário mundial. Após 46 anos de espera, desde que Servílio de Oliveira conquistou o bronze nas Olimpíadas do México em 1968, atingimos o melhor resultado da história do país na modalidade em Jogos Olímpicos, no ano de 2012 em Londres, com a conquista das medalhas de prata por Esquiva Falcão, de bronze por Yamaguchi Falcão e do também bronze conquistado pela baiana Adriana Araujo, que foi a primeira mulher a conquistar uma medalha na modalidade para o Brasil.

 

Vale destacar que o Complexo Excel em Londres esteve lotado desde o primeiro dia do boxe nos Jogos. A maioria dos lugares em todas as rodadas foi vendida antes do começo do evento. Portanto, mais uma vez foi fácil comprovar como o boxe não é só popular como Brasil como também no restante do mundo.

Torneios e noites de Boxe

Com o intuito de desenvolver a cultura esportiva no Estado, a LiSoBOXE promove lutas em forma de competição, o que proporciona uma bela opção de lazer/entretenimento, além de dar oportunidade para as equipes de competição de todo o Brasil de colocar em prática suas habilidades contribuindo no desenvolvimento dos técnicos e atletas, bem como na divulgação da modalidade.

Sete edições da copa LiSoBOXE. 

Considerado hoje um dos maiores torneios de Boxe do País, a Copa LiSoBOXE de Boxe Olímpico é realizada na cidade de Sorocaba desde o ano de 2009, é um torneio disputado no sistema de eliminatória simples, com um total de dez categorias de peso.

Em sua última edição em 2015 bateu o recorde de inscrições; ao todo cento e setenta atletas, vinte e duas equipes que representarão dezessete cidades dentro e fora do Estado. Destaque para a equipe Luta pela Paz do Rio de Janeiro, S.E Palmeiras, S.C Corinthians Paulista dentre outras grandes do Estado.

Três edições de Grand Prix de Boxe Olímpico

O Grand Prix é um torneio de elevado nível técnico pois é destinado as melhores equipes de Boxe do País na atualidade, em uma disputa de todos contra todos onde o atleta que somar mais pontos no decorrer do torneio, é o campeão da sua categoria.

Quatro edições do Boxe Olímpico nos Jogos Regionais do Interior.

O Boxe mesmo sendo modalidade olímpica ainda não faz parte das modalidades oficiais dos Jogos Regionais do Interior. Com o intuito de oficializar a modalidade, a Liga Sorocabana de Boxe organizou e realizou quatro edições do Boxe nos regionais, a primeira no ano de 2011 em Itapetininga, a segunda na cidade de Avaré e a terceira edição na cidade de Votorantim com um total de noventa atletas inscritos e Sorocaba com mais de cem atletas inscritos.

Maior torneio de Boxe amador da América Latina – 72ª Forja de Campeões 2013 – Em Sorocaba

A Forja de Campeões é o maior torneio de Boxe da América Latina, destinado a novos atletas, entre 16 e 34 anos, que têm o desejo de iniciar carreira no boxe, porém nunca disputaram uma luta oficial. Foi criado em 1941 e pelo ringue da Forja passaram Eder Jofre, em 1953, Servílio de Oliveira em 1966, Miguel de Oliveira em 1975, Maguila, em 1980.
Pela primeira vez em sua história, a Forja de Campeões foi realizada fora da capital, na Cidade de Sorocaba com toda a organização da LiSOBOXE.
A 72ª Forja de Campeões teve um total de duzentos e quarenta e dois atletas inscritos, distribuídos em dez categorias de peso.

Boxe Profissional – Duas “Noite do Boxe” em Sorocaba

Evento de Boxe Profissional é um ESPETACULO de Boxe não apenas uma luta. Assim como feio feito a “Noite de boxe” realizada em 2012, no Colégio Objetivo de Sorocaba – Portal da Colina.

Com a licença para realização da pela WBA (World Boxing Association), este evento contou com quatro lutas preliminares de Kickboxing, quatro lutas de boxe profissional e a luta principal da noite que foi a disputa do titulo brasileiro da categoria 63,500kg entre Juliano Ramos (Sorocaba) X Carlos de Jesus (Bahia). O combate foi marcado para dez rounds, mas o sorocabano venceu por nocaute incrível e faturou o cinturão inédito para a cidade.
Realizado na Academia Runner Club de Sorocaba, a segunda edição teve disputa de Título Latino Americano. Dez lutas de Boxe olímpico foram realizadas nas preliminares, em seguida, na luta principal o pugilista Lino Barros venceu a disputa pelo cinturão latino-americano da WBA (Associação Mundial de Boxe).