baner site projeto social

A LISOBOXE TEM RESPONSABILIDADE SOCIAL NA REGIÃO

O Projeto Social – BOXE: Uma luz para o futuro vigora desde a fundação da LiSoBOXE e tem como objetivo principal resgatar a cidadania das crianças e adolescentes atendidos por meio de aulas gratuitas de Boxe, que é o esporte aqui utilizado como ferramenta para o desenvolvimento de valores morais e virtudes de um bom cidadão, promoção do desenvolvimento cognitivo, motor e de hábitos de saúde desses jovens. Atualmente o projeto esta presente em 12 núcleos de atendimento e oferece cerca 144 aulas de Boxe e Cidadania por mês a aproximadamente 480 alunos. Vale ressaltar que os locais onde estão instalados os núcleos sempre é resultado de parcerias com a iniciativa pública e/ou privada, de modo que alguns desses núcleos funcionam em parceria com a Prefeitura Municipal de Sorocaba alocado em Centros Esportivos e outros locais sob sua administração, e tantos outros em clubes e associações, que por acreditarem no projeto cedem suas áreas para que a LiSoBOXE possa desenvolver o trabalho. Os núcleos são equipados com todos os equipamentos necessários para a prática adequada e segura do esporte, a saber:

I) Saco de pancada;

II) cordas;

III) colchonetes;

IV) luvas de treino;

V) manoplas;

VI) capacetes de proteção;

VII) teto-solo;

VIII) pushing-ball;

IX) bandagens;

X) uniformes; e

XI) Lanche,


Uma vez que são oferecidos, ao final das aulas, lanches para os alunos. Uma ação importante do projeto social é a divulgação e propagação da modalidade na sociedade, para isso durante o ano são promovidos em diversos locais, aos finais de semana, vivencias esportiva, onde famílias inteiras podem vivenciar, gratuitamente, o boxe por algumas horas. Dentre essas ações vale destacar as participações da LiSoBOXE, junto à Prefeitura Municipal de Sorocaba, no VIA VIVA, na avenida Itavuvu, que a cada semana atende um número maior de pessoas, haja visto o sucesso do projeto Via Viva.

 Objetivo Geral:

Difundir a prática esportiva como instrumento educacional no contra turno escolar, contribuindo para o desenvolvimento físico, psicológico e social da criança e do adolescente; Colaborar para a formação de crianças e adolescentes com sólidos valores éticos, morais e de cidadania, ancorados no respeito às diferenças de gênero, raça, cultura e condição sócio-econômica;

Utilizar o esporte como ferramenta de inserção social e cultural de crianças e adolescentes economicamente excluídos, favorecendo a socialização e reforçando atitudes de integração, respeito e comprometimento;

Contribuir para a redução da evasão escolar e do ócio motivador de situações de risco (como violência, drogas, marginalidade e trabalho infantil), propiciando melhor aproveitamento do tempo disponível da criança e do adolescente.

 Objetivos Específicos:

• i) Promover o aprendizado do boxe olímpico em crianças e adolescentes, com idades entre 06 e 19 anos;

• ii) Contribuir para o desenvolvimento físico, psicológico e social da criança e do adolescente de maneira saudável mediante um programa

adequado às diferentes faixas etárias; a disponibilização de local para a prática do esporte que funcione como instituição pedagógica; ao acompanhamento da pessoa do treinador/professor como educador;

• iii) Contribuir para o desenvolvimento, formação da personalidade, construção da identidade, autoconhecimento e independência da

criança e do adolescente pelos aspectos pertinentes à prática esportiva, como: responsabilidade, regras, disciplina e respeito, proporcionando uma participação ativa, consciente e responsável no contexto familiar, profissional e social;

• iv) Colaborar para o desenvolvimento físico da criança e do adolescente através da prática esportiva voltada para o desenvolvimento de habilidades múltiplas como golpear, esquivar, saltar, passar, chutar, propiciando o conhecimento da modalidade esportiva de forma

prazerosa, o conhecimento do próprio corpo, identificando os segmentos corporais e coordenando-os, a ampliação do repertório motor através da brincadeira, lutas e da própria modalidade esportiva, a maximização da capacidade aeróbia, anaeróbia, resistência muscular, força e potência, de velocidade, coordenação e flexibilidade, bem como melhoria na saúde e qualidade de vida;

• v) Reduzir o índice de obesidade infantil e doenças causadas pelo sedentarismo precoce;

• vi) Despertar, nas crianças e adolescentes, a consciência da prática esportiva como atividade necessária ao bem estar individual e coletivo, fortalecendo a disciplina para hábitos saudáveis e distanciando-os, via de conseqüência, de eventos prejudiciais à saúde como o consumo de entorpecentes e álcool;

• vii) Reduzir a evasão escolar e o tempo de exposição da criança e do adolescente a situações de risco (violência, drogas, trabalho infantil), propiciando melhor aproveitamento do tempo disponível no contra turno escolar;

• viii) Propiciar entretenimento às crianças e jovens de baixa renda;

• ix) Oferecer práticas esportivas de qualidade com profissionais qualificados;

• x) Combater a discriminação de habilidades, raça, gênero e cor;

• xi) Promover a difusão do esporte, garantindo o acesso à prática do boxe, com orientação profissional gabaritada, através do ensinamento e da prática de seus fundamentos básicos, ligado a uma entidade que ofereça às crianças a oportunidade de freqüentar um ambiente social saudável;

• xii) Promover a integração dos participantes do projeto, familiares e comunidade, através de eventos esportivos e culturais.

 Metas Qualitativas:

• i) Observar, na criança e adolescente atendido pelo projeto, melhor desempenho no desenvolvimento da modalidade esportiva, imbuindo-

lhes de conhecimentos técnicos nos fundamentos do boxe, avaliados pela aplicação de testes rotineiros em aula;

• ii) Observar, na criança e no adolescente atendido pelo projeto, melhoria significativa nas relações interpessoais, na autoestima individual e nas atitudes comportamentais atinentes à capacidade de expressão, participação, respeito e convivência, avaliadas por dinâmicas de grupo junto aos alunos e acompanhamentos por corpo docente da escola formal;

• iii) Observar, na criança e adolescente atendido pelo projeto e mediante avaliação do professor, a assiduidade no comparecimento das aulas ministradas, freqüentando-as pelo prazer da prática esportiva e pela estrutura (uniformes, alimentação, etc) que lhes é dispensada.

• iv) Observar mediante levantamento junto aos professores da escola formal, o incremento na freqüência das aulas pela criança e adolescente atendidos pelo projeto, com melhor aproveitamento das mesmas e melhoria de notas da grade curricular formal.

 Metas Quantitativas:

• i) Desenvolver a capacidade física, motora e técnica na  modalidade boxe, sem prejuízo de lhes ser propiciada o desenvolvimento recreativo e formativo, despertando-lhes a consciência para a importância do ambiente educacional e para temas como drogas, violência, preconceito, marginalização, entre outros;

• ii) Reduzir há, no mínimo, 10% a quantidade de faltas no ensino formal;

• iii) Reduzir a evasão escolar dos atendidos a zero;

• iv) Manter freqüência mínima de 75% nas aulas do projeto.

cta-treinamento